Arquivo mensal: julho 2007

Acampamento final (Serpins)

Cerca das 7h20min da manhã de sexta-feira do dia 27 de Julho toca o “despertador” de Shrek, algo dispensável no dia de ir de férias, pois a ansiedade é mais do que muita, há tudo menos sono, sendo esta noite muito comprida…

O tão esperado dia finalmente chegou, o sol brilha e Shrek na companhia dos seus amigos parte para bué bué de longe em busca de bué bué aventura, animação, banhos e momentos únicos que ficam para sempre!

-“Já chegamos? Já chegamos?” (burro)

A viagem decorre de comboio, e a cerca de 9 km da Lousã, nas margens do Rio Ceira, bué bué de longe, Shrek decide abandonar o comboio e fazer uma caminhada bué bué longa até à povoação de Serpins onde acabou por permanecer durante três dias.

-“Já chegamos? Já chegamos?” (burro)

Serpins é um local muito visitado por turistas que em épocas de Verão procuram um local acolhedor e calmo para passar umas boas férias. O aparecimento dos caminhos-de-ferro (Ramal da Lousã) revolucionou a povoação de Serpins contribuindo para o desenvolvimento de algumas indústrias proporcionando estabilização e bem-estar á população.

O que verdadeiramente chamou atenção de Shrek foram os campos verdejantes por onde corre o Rio Ceira e a Praia Fluvial que fez com que este desse asas á imaginação para ocupar o seu tempo e metesse muita água durante a sua estadia.

Uma Canhota: Catarina

Anúncios

Segunda Bienal do Associativismo

A divisão de Juventude, Desporto e Colectividades encontra-se a promover a II Bienal do Associativismo, em evento que se iniciou no passado dia 6 de Julho.
O vereador José Elísio acredita que “este é o evento jamais realizado na Figueira da Foz”.
Este fim de semana, no âmbito desta iniciativa, cerca de 300 escoteiros (do Corpo Nacional de Escutas e Associação de Escoteiros de Portugal, do concelho) acamparam em plenas Abadias, ali desenvolvendo algumas das suas actividades.

Shrek e os Mouros

Quatro dias de aventura mística e saudades de uma comunidade que nos acolheu de braços abertos.
No dia 28 de Junho a segunda secção partiu da Figueira da Foz, rumo
a Miuzela uma freguesia da Província da Beira Alta, Distrito da Guarda e do Concelho de Almeida. Está localizada numa encosta, virada a poente, no grande planalto, que se estende desde a Guarda, pela fronteira fora, e é sulcado, entre outros, pelos Rios Côa e os seus afluentes, a Ribeira das Cabras e o Rio Noemi.
MIUZELA DO CÔA, oferece uma paisagem de sonho, abraçada pela natureza, com uma óptima gastronomia e excelente pinga.
Festas de S. Sebastião, um momento único de um Portugal diferente, acolhedor, hospitaleiro, simples e bairrista.
Miuzela é conhecida pela terra dos H: Histórica, hospitaleira, honrada, honesta, humilde, humana, heróica, hábil, nunca hostil ou hipócrita. Visite este lugar e fique seduzido pelas gentes e pela alegria de um lugar diferente.
%d blogueiros gostam disto: