Arquivo mensal: março 2011

Caminho de S. Tiago – Exploradores e Pioneiros

Acampamento de pioneiros – exploradores

O acampamento que os pioneiros organizaram, foi óptimo e bastante útil para a expedição. E porquê?

Porque…

  1. Nos preparou para grande caminhadas por lugares por nós desconhecidos e sozinhos;
  2. Os “ateliês” foram uma grande ajuda para os aspirantes, noviços e até mesmo para nós;
  3. As palavras ditas pelos “chefes” e os “pioneiros” ajudou-nos a perceber muito melhor algumas coisas que até lá não percebíamos bem;
  4. Os desafios pelos “chefes” organizados foram úteis para nós os superarmos;
  5. Foi útil para a espedição superar dificuldades.

Podia ter sido um acampamento mais longo mas tirando isso foi óptimo.

Apenas houve uma coisa menos boa: a chuva

Por: Pedro Monteiro, Guia da Expedição.

Anúncios

Acampamento ZAP III

1º Acampamento ZAP – Beira-mar 2010/2011

No passado dia 4 de Março de 2011 deu-se mais um acampamento da ZAP – Beira-mar que fez com que se juntassem vários agrupamentos para durante duas noites partilharem experiencias, conhecimentos, amizades e até mesmo, para os mais ousados, números de telefone.

Pelas dez da noite deu-se a abertura de campo. Até lá cada agrupamento montava pacientemente o campo dentro do seu agrupamento. Logo de seguida deu-se a distribuição dos oitenta presentes em oito equipas constituídas por diversos elementos de diferentes agrupamentos. Dessas oito equipas agregaram-se quatro e outras quatro para que fizessem parte de duas equipas para o jogo nocturno que correu bem apesar do pequeno percalço final da queda de um dos elementos.

O dia seguinte foi marcado pelas formações de canoagem, sistema educativo, animação de fogo conselho e construção de canoas. No entanto podemos acrescentar a união e o companheirismo que desenvolvemos ao longo deste dia não só dentro das nossas equipas mas também inter-equipas. À noite deu-se o momento alto de todo o acampamento: a Missa Campal seguida do fogo conselho. O fogo foi preparado por dois animadores retirados da formação que organizaram duas horas de diversão, música e reflexão.

No dia seguinte deu-se o jogo de vila seguido do almoço e da avaliação da actividade.

Parecia que o acampamento tinha efectivamente acabado no entanto todos crescemos, todos fomos marcados por este acampamento. Muito mais haveria a escrever, no entanto apenas quem o viveu conseguiria ter palavras para descrever o que sentiu naquele que foi para muitos, um dos melhores acampamentos ZAP da sua vida de escuteiro.

 

%d blogueiros gostam disto: